Gelatina vegan de fruta

Eu sei…” gelatina” e “vegan” parecem dois atributos impossíveis de serem conjugados numa mesma receita. Penso que já é do conhecimento geral de que a gelatina tradicional é de origem animal, nomeadamente ossos e cartilagens animais…não é a imagem mais apetitosa, certo? Mas, felizmente, existe agar-agar!

Agar-agar é uma alternativa vegetal à gelatina tradicional, que vem de uma alga que tem propriedades gelificantes. Esta alga já é usada na culinária japonesa há centenas de anos, tendo sido descoberta em 1658. Nos séculos seguintes, chegou à europa e hoje em dia é muito popular em todo o mundo.

Usa-se essencialmente em culinária e pastelaria profissional, pois o seu poder gelificante é mais forte do que da gelatina tradicional. Assim, solidifica muito mais rápido. Outra vantagem do agar-agar é sua concentração. Uma embalagem pequena desta gelatina vegetal vai durar muito tempo, pois ela é usada em quantidades muito pequenas relativamente ao peso total da receita.

Para além disso, agar-agar tem um sabor neutro, que não interfere com nenhum dos ingredientes. Ao cozinhar com este ingrediente, por vezes nota- se um cheiro característico; no entanto, este desaparece completamente uma vez pronta a receita.

Algumas especificidades da gelatina feita com agar-agar:

  1. Agar-agar em flocos é mais difícil de dissolver do que agar-agar em pó. Assim, prefiram agar-agar em pó;
  2. É muito mais “potente” do que a gelatina tradicional: solidifica mais rápido e é necessária uma menor quantidade;
  3. A propriedade gelificante do agar-agar é ativada com o calor, por isso a mistura de água/sumo e agar-agar precisa sempre de ferver durante alguns minutos;
  4. Não necessita necessariamente de frio para solidificar (mas ajuda a que este processo seja mais rápido);
  5. Aguenta muito melhor fora no frigorífico durante alguns horas do que a gelatina tradicional, podendo ser levada na marmita.
https://dicasdaoksi.pt

Em relação à receita que apresento a seguir, é perfeita para os dias quentes que finalmente chegaram! Fica adiantada em poucos minutos (juro!) e, depois disso, apenas precisa de descansar durante algum tempo no frigorífico. Podem preparar esta gelatina em frascos de vidro ou recipientes pequenos, para ficarem com um lanche pronto a levar!

Para a base da gelatina, optei por sumo de laranja. Fica doce e ácido q.b. ao mesmo tempo e combina bem com as outras frutas. Podem aproveitar qualquer tipo de fruta doce e madura da época, em vez de ameixas e morangos. Nesta receita não é utilizado nenhum adoçante, pois o próprio açúcar da fruta/sumo já é mais do que suficiente! 

https://dicasdaoksi.pt

Receita: gelatina vegan de fruta

Ingredientes (para 4 doses):

. 400ml de sumo de laranja
. 225ml de água
. 1 colher de chá de agar-agar em pó
. 6 morangos
. 2 ameixas
. Lascas de coco q.b. (opcional)

Receita:

1 – Colocar num tacho a água e o agar-agar em pó (é importante misturar os dois ainda a frio). Levar ao lume e deixar ferver em lume brando durante 4 minutos, mexendo constantemente;
2 – Adicionar o sumo de laranja e deixar cozinhar durante mais 3 minutos;
3 – Desligar o lume e deixar arrefecer ligeiramente a mistura (cuidado para não ser demasiado, pois ela solidifica rápido);
4 – Entretanto, preparar copos/frascos com pedaços de fruta. Adicionar a gelatina ligeiramente arrefecida aos recipientes, de maneira a tapar toda a fruta;
5 – Levar ao frigorífico durante pelo menos 1h30;
6 – Finalizar, se desejado, com lascas de coco ou amêndoa laminada;
7 – Manter em recipientes bem fechados e consumir no máximo até 4 dias.

https://dicasdaoksi.pt

Referências:Armisen, R., & Gaiatas, F. (2009). Agar. In Handbook of hydrocolloids (pp. 82- 107). Woodhead Publishing.

Artigo escrito por Oksana Zagoruy

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.