5 gestos Plastic free que herdei da minha Mãe

A minha Mãe utiliza desde sempre taleigos de pano para ir comprar o pão. Gesto esse que herdou de sua Mãe, a minha Avó Adelina. Confesso que quando era mais nova, pouco ou nada estava desperta para esta questão ambiental, e olhava para este gesto com um revirar de olhos. Com o passar dos anos, com o nascimento dos meus filhos e com informação consumida em loop ( e muito bem), despertei para uma serie de ações fáceis de implementar, a custo zero e que, para mim, não mudam nada acerca dos meus hábitos mas que mudam tudo para o Planeta em que habitamos. A nossa única casa. 

Com o renascer das mercearias a granel, voltaram também estes gestos. E os taleigos que outrora eram olhados de soslaio são agora motivo de tendência e de practicidade. Tão bommmm ! E eu, fui recuperar, para grande alegria da minha Mãe, taleigos com mais de 50 anos ( como os que estão na foto). 

vegan vibe

Quando paro um pouco para pensar na minha infância, relembro-me que nunca vi o meu pai com um lenço de papel. O “antigo” lenço de bolso e de pano era um habitual na sua camisa. E se como eu, és da geração em que tinhas enxoval, terás com toda a certeza um pack de lenços de pano no teu “Kit casamento”. 

Se me dissessem que, passados 40 anos, um dos meus bens mais preciosos, seria um lenço da minha Avó Adelina, não iria acreditar! Mas … a verdade é que por vezes quando a saudade aperta, gosto de cheirar aquele pedaço de pano na esperança que me traga de volta a minha Avó. 

Vegan Vibe

Um dos gestos mais recentes, cerca de dois anos, é a utilização de discos desmaquilhantes em algodão bio. Laváveis. Simples mas eficazes. Não que fosse uma grande consumidora de algodões descartáveis mas todos os que NÃO comprei representam uma poupança para mim e para o ambiente. E a verdade é que tendo eu uma filha, será um gesto que, espero que ela se recorde e implemente. Da mesma forma que eu recordo e implemento os que a minha Mãe me passou.

Existem de todas as cores, tamanhos e com as mais diversas mensagens. São os Tote Bags, claro! Na mala do meu carro, devo ter uns 10. E todos têm a sua finalidade. 
Em casa, tenho um para a reciclagem do papel. Lavo o mesmo sempre que necessário. Fácil. Vários para colocar sapatos nas malas de viagem. Outro para o meu marido colocar os ténis e por aí adiante. 
Até criei um para a Vegan Vibe ahahaha . Dá para ver que gosto mesmo deles 🙂

vegan vibe

Vamos agora aos guardanapos de pano. Bem aqui pouco tenho a dizer a não ser que fiz uma serie deles com restos de tecido que tinha em casa. Todos nós temos uma cor diferente, assim sabemos sempre qual é o nosso guardanapo. 
Muitas vezes saem da máquina tão direitinhos que nem vale a pena passar a ferro (melhor parte). Passaram-se anos desde que comprei o último rolo de papel de cozinha. Já não lhe vejo utilidade … 

vegan vibe

Ao terminar este artigo, dou por mim a pensar que, todas as famílias têm histórias que passam de mães para filhas. E que estes gestos fazem parte da minha tradição familiar e da qual muito me orgulho. Mesmo que já tenha revirado os olhos em tempos …

Espero que, após leres este texto, te sintas inspirada a recuperar junto dos familiares de outras gerações, taleigos, guardanapos, lenços de pano, talheres, pratos … afinal, nem tudo precisa de ser comprado. Nem tudo precisa ser novo. 

Espero por ti nos comentários,

Até já,

Eva

Comentários (2)

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *